A INFÂNCIA NO PASSADO

O que dizer a respeito da infância vivida há sete décadas passadas? Será que foi  melhor ou pior que a atual. Quanto a isso não podemos avaliar tendo em conta a evolução em diversos campos sendo os principais, a era DIGITAL e a ELETRÔNICA.

Não podemos deixar de nos surpreender com tais avanços, que muito contribuíram para o desenvolvimento humano em todas as suas áreas. Hoje em nossas casas temos inúmeros recursos para um bom conforto. Lembrando alguns deles como, telefone, televisão, computador, os quais graças aos satélites, temos uma recepção fantástica há qualquer hora que destes aparelhos fizermos uso.

Lembremos desta evolução no campo da CIÊNCIA que nos trouxe inúmeros progressos no campo MÉDICO que se estendeu para o laboratorial, hospitalar, odontológico, sem falar na MEDICINA VETERINÁRIA. Com todos estes avanços, estamos vivendo com um nível maior em qualidade e quantidade.

Quanto a nossos lares, também houve um grande avanço no advento do gás liquefeito ou encanado para nossas cozinhas, banheiros, e calefação. Lembremos que no passado tudo era adverso e as pessoas tinham que se programar desde a manhã até a noite isto é levantar mais cedo para ascender o fogão para preparar a primeira refeição antes de ir ao trabalho ou à escola. Os banhos também eram determinados pelo tempo que havia, para esquentar a caldeira, alimentada pela passagem de serpentinas no interior dos fogões à lenha. Veja bem que toda a família tinha que seguir este ritual dentro do horário disponível. Com a chegada do chuveiro elétrico tudo se modificou, pudemos tomar nossos banhos no horário mais conveniente.

Agora ponho em dúvida quanto à infância levada nestes árduos anos de dificuldades para viver. Será que nos sentíamos infelizes? Atentem que neste tempo não contávamos com brinquedos ou aparelhos eletrônicos ou digitais. Nossos brinquedos na maioria eram feitos por nós, com artigos rudimentares como, latas, madeiras, sobras de qualquer produto que estivesse ao nosso alcance. Isto despertava um atributo que está faltando à infância atualmente, trata-se da famosa CRIATIVIDADE. Nos nossos dias, tudo que você imaginar já existe! Basta ter recursos monetários para adquiri-los. Sem a existência da TV nosso lazer maior era a leitura. Líamos de tudo desde os famosos gibis até contos e fábulas e aventuras.

A criança de hoje não sabe subir em uma árvore, dar umas boas braçadas num rio ou fazer longas caminhadas com seus amigos e companheiros, mesmo em baixo de chuva ou sol. Que saudades das bolinhas de gude, das amarelinhas, dos betes, petecas, patins e cordas ! Todas essas modalidades praticadas por meninos e meninas. Levemos em conta os dias atuais que não oferecem o mínimo de chance, para a prática destes brinquedos pois a VIOLÊNCIA se faz presente em todas as áreas.

Outro elemento que muito colaborou, foi a diminuição da família, com filhos limitados ao ponto de não mais existir competição entre irmãos, que acredito ser muito sadio para o bom convívio da criança em sociedade. Terminando minha explanação posso afirmar que atualmente não me sinto melhor, com toda tecnologia existente e muitas vezes bate uma saudade, daqueles tempos que para fazer uma chamada telefônica tínhamos que pedir a ligação para a telefonista e como custava! Com todo a avanço que temos, parece que o tempo encolheu de tantas informações que temos. Mas acima de tudo fomos e ainda somos felizes!

RECORDAR É VIVER !