INSTANTES

Se eu pudesse viver novamente a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais. Seria mais tolo ainda do que tenho sido, na verdade bem poucas coisas levaria a sério. Seria menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. Iria

Continue Lendo →

REVEILLON NA ANTIGA CURITIBA

Quanta diferença desta data com a contemporânea. Décadas passadas as comemorações de final de ano eram constituídas por uma reunião familiar de grande porte. Falando destas reuniões me recordo muitíssimo como eram efetuadas, longe de grandes ostentações sociais e econômicas. Digo isso pois  as famílias se reuniam na residência dos pais ou dos avós conforme

Continue Lendo →

DESIDERATA

SIGA   TRANQUILAMENTE   ENTRE   A  INQUIETUDE  E   A   PRESSA ,  LEMBRANDO-SE   QUE    HÁ SEMPRE   PAZ   NO   SILÊNCIO. TANTO  QUANTO  POSSIVEL,  SEM  SE  HUMILHAR ,  SEJA   CORDIAL  COM  TODAS  AS  PESSOAS. FALE   A   SUA   VERDADE   MANSA  E  CLARAMENTE ;  OUÇA   A   DOS  OUTROS,  MESMO  A  DOS INSENSATOS  E  IGNORANTES,  POIS  ELES TAMBÉM  TEM  A  SUA  PRÓPRIA   HISTORIA.

Continue Lendo →

VAIDADE

Na antiga China os príncipes se casavam com meninas entre 12 e 13 anos. As jovens esposas eram praticamente crianças e seus ovários ainda não estavam amadurecidos para gerar filhos. Por essa razão, sacerdotes que praticavam acupuntura introduziam uma agulha de ouro no pavilhão da orelha para amadurecer as gônadas. O fato de as pequenas

Continue Lendo →

O PODER DA LÍNGUA

Conta-se que certa vez um mercador grego, rico, ofereceu um banquete com comidas especiais. Chamou seu escravo e ordenou-lhe que fosse ao mercado comprar a melhor iguaria. O escravo retornou com belo prato. O mercador removeu o pano e  assustado disse: -Língua ?!! Este é o prato mais delicioso ? O escravo, sem levantar a

Continue Lendo →

A ESTRANHA

Alguns anos depois que nasci  meu pai conheceu uma estranha, recém-chegada à nossa cidade. Desde o princípio, meu pai ficou fascinado com esta encantadora personagem e em seguida  convidou-a  viver com nossa família. A estranha aceitou e, desde então, tem estado conosco. Enquanto crescia, nunca perguntei sobre o seu lugar em nossa família; na minha

Continue Lendo →

NOBREZA HUMANA

Possivelmente você já ouviu ao menos falar sobre os três tenores. O italiano Luciano Pavarotti, os espanhóis Plácido Domingo e José Carreras. É possível mesmo que os tenha assistido pela TV, abrilhantando eventos como a Copa do Mundo de futebol. O que talvez você não saiba é que Plácido Domingo é madrileno e José Carreras

Continue Lendo →

O DESTINO DE CADA UM

Passamos por momentos de plena felicidade em nossa vida. Momentos estes que nos marcam de uma forma surpreendente, e nos transformam, nos comovem, nos ensinam e muitas vezes, nos machucam profundamente. As pessoas que entram em nossa vida, sempre entram por alguma razão, algum propósito. Elas nos encontram ou nós as encontramos meio que sem

Continue Lendo →

O VELHO CARNAVAL CURITIBANO

Ah! Que saudade dos carnavais passados de nossa velha Curitiba onde tudo acontecia de maneira quase improvisada isto é, a mídia não explorava tanto as festas. Naqueles anos os preparativos para as festividades tais como carnaval ou bailes aconteciam com uma grande margem de antecedência. Lembro bem quando ainda de minha infância das confecções de

Continue Lendo →

VIAJEM DO CURITIBANO NO PASSADO

Hoje recordaremos os bons tempos, quando empreender uma viagem era motivo de elaboração, ou melhor dizendo preparativos com muita antecedência. Digo isto me baseando há umas sete décadas atrás, quando ainda fazer uma viagem dependia de muitos motivos, tanto monetário como também estratégicos. Naquela época não havia empresas de turismo para a orientação do viajante;

Continue Lendo →

FESTAS E DATAS COMEMORATIVAS

Como é agradável relembrar certas datas e festejos desta Curitiba de outrora. Recordo com saudades das datas festivas religiosas e também das cívicas. Iniciemos com as religiosas que muito contribuíram para a união dos curitibanos. A principal data se refere a lembrança da padroeira da cidade ou melhor falando “Nossa Senhora da Luz dos Pinhais”.

Continue Lendo →

AMIZADE DE OUTRORA

Relembrando aquele velho ditado “A verdadeira amizade dura para sempre” hoje nos quedamos recordar, nossas velhas e duradouras amizades. Esta união de sentimentos e concordância de pensamentos entre duas ou mais pessoas, acontece de maneira espontânea isto é não se escolhe amigos por qualquer motivo ou conveniência. A amizade surge tal qual o amor sendo

Continue Lendo →

BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

Num passado não muito distante os brinquedos existentes eram muito diferentes dos atuais em todos os sentidos, pois os mesmos não contavam com o avanço da indústria e tecnologia da era contemporânea. Lembro bem de meus primeiros brinquedos, fabricados em madeira, metal (lata) vidro, porcelana e até papelão! Dentre os feitos em madeira salientamos: o

Continue Lendo →

UM PASSEIO PELA XV

Vem comigo, para um breve passeio pela XV de Novembro (Foto – meus irmãos Osmar e Alvaro) nos idos de 1940 até nossos dias. Ao relembrar aqueles dias, nosso coração transborda num misto de saudades e nostalgia lembrando minha infância, adolescência e juventude. No passado aquela via pública importante, não lembra nada da atual, era

Continue Lendo →

CULTURA NOS VELHOS TEMPOS

Voltando ao passado, mais precisamente à década de 40 em diante, nos deparamos com um clima de cultura quase totalmente diferente dos dias atuais. Lá encontramos uma juventude amiga das artes, música, teatro além da boa leitura. Compreendo que estamos vivendo outra era com a expansão da mídia e de novos conhecimentos no campo digital

Continue Lendo →

COMPRAS NO PASSADO

Relembraremos nesta data, como era a aquisição de vários produtos nos últimos setenta anos. Naquela época ainda não havia a facilidade de compras em supermercados ou similares. Tudo que uma casa tinha necessidade em adquirir, era efetuado através de armazéns ou pequenos empórios. Lembro bem quando toda manhã batia em nossa porta um rapaz com

Continue Lendo →

POLO INDUSTRIAL DE NOSSA TERRA NATAL

A memória de hoje nos transporta a tempos idos deste torrão amado que é Curitiba e arredores. Aqui conhecemos velhas e importantes indústrias que muito colaboraram para o engrandecimento e evolução, em todas as modalidades possíveis. Portanto iniciemos, lembrando a era pós Império, quando os primeiros barões da “ERVA MATE” surgiram, destacando-se, “FONTANA” e “LEÃO”

Continue Lendo →

FAMÍLIA E SEUS VALORES

Nosso tema de hoje trata-se, dos valores que a família exerce em seus componentes. Se acompanharmos o desenvolvimento de um indivíduo em um seio familiar com um certo conteúdo de princípios morais, logo chegaremos à conclusão que o meio ambiente é a tônica principal de nossa existência. Isso afirmo com convicção absoluta pois desde minha

Continue Lendo →

ALTO DO SÃO FRANCISCO

Hoje vamos recordar em poucos tópicos um pedaço de nossa querida Curitiba. Este bairro não muito grande, se estende desde o Largo da Ordem até imediações da Rua Martim Afonso. Desde o seu início no Largo da Ordem destacamos duas Igrejas distintas em seus ritos, porem ambas Cristãs. A primeira trata-se da “PRESBITERIANA INDEPENDENTE“ berço

Continue Lendo →

ARISTOCRÁTICA SANTOS ANDRADE

Que dizer deste antigo logradouro tão frequentado no passado e nos dias atuais, por estes Curitibanos e porque não incluir, irmãos Brasileiros de todos os cantos deste país que aqui vieram estudar, trabalhar e viver.Todos foram bem vindos colaborando em parte para o crescimento deste torrão, chamado de “CIDADE SORRISO” Classifiquei este texto como algo

Continue Lendo →

ALTO DA GLÓRIA

A caminhada de hoje será em direção ao Alto da Glória. Este pequeno pedaço de nossa querida Curitiba, é bem merecedor deste título, muito pela sua tranquilidade e por outro lado, berço de grandes figuras Curitibanas. Comecemos nossa jornada, a partir do início da tão conhecida Avenida João Gualberto. Logo de início deparamos com a

Continue Lendo →