Passeio Público, uma correção!!!

Acessando o site Secretaria da Cultura do Estado do Paraná consta o seguinte texto reproduzido abaixo:

Propriedades adquiridas para construção do Passeio.
 
Os terrenos hoje ocupados pela Casa do Estudante, sito á rua Luiz Leão e o Colégio Estadual do Paraná pertenciam à Dona Laura Borges, como consta no mapa original do Passeio Público, datado de l887, e a sua enteada Dona Benedita do Sagrado Coração de Maria. Parte dos mesmos foram desapropriados para aumentar a área do Passeio Público. Outra parte que correspondia a três quartos do total da área era de propriedade do município. O Largo do Bittencourt conhecido como engenho do Bittencourt, também foi desapropriado, sendo que algumas décadas depois, foi cedido para a instalação do Círculo Militar. A área total destas propriedades era de 95.000m dentre os quais 25.000m eram lagos e canais. Cabe ressaltar que sua área original era maior, e foi mutilada por doações do governo. Por isso, as propriedades adquiridas para a construção do Passeio Público pertenciam em sua maior parte ao município, outra parte desapropriada era da viúva Hauer.
 
Foto do passeio público: Acervo particular Fernando Luiz.
Para restabelecer a verdade dos fatos gostaríamos de esclarecer que a Benedita do Sagrado Coração de Maria não era enteada de Laura Maria do Nascimento Borges e sim filha, não tendo madrasta ou padastro. Importante também deixar registrado que os padrinhos de batismo da Trisavó Benedita S.C. de Maria foram José Borges de Macedo e sua esposa Maria Rosa. Vale dizer que José Borges foi o primeiro prefeito de Curitiba.
 
Segue abaixo documentos comprobatórios:
 
BATISMO
 

MISSA 7º DIA

HOMENAGEM NO CEMITÉRIO MUNICIPAL SÃO FRANCISCO DE PAULA

ÓBITO

bene1

 

  • Vitória Nascimento 28 de março de 2017 às 01:41

    Nossa realmente amei saber sobre a cada dia procuro me chegar e saber sobre minhas gerações passadas acho que isso é um grande tesouro em nossas vidas isso é muito gratificante

  • Albano
    Albano 5 de abril de 2017 às 10:08

    Já solicitei a correção na tal de Secretaria da Cultura, mas parece q a coisa está meio demorada.

  • Albano
    Albano 5 de abril de 2017 às 10:20

    Um pequeno “reforço”.

  • Albano
    Albano 5 de abril de 2017 às 10:24

    Só mais um esclarecimento.

    O Padre Antônio (Leva o nome da rua ao lado do Colégio Estadual do Paraná) herdou o mesmo nome de seu pai, Antônio Vicente da Cruz.

  • Albano
    Albano 5 de abril de 2017 às 21:43

    Achei alguns anúncios interessantes mostrando que talvez a famosa chácara era maior do que imaginamos.

  • Deixe seu comentário